terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

infancia com proibiçoes...


Todos nos, obviamente proibimos os nossos pequeninos de fazerem certas coisas, mas certas coisas ultrapassam-me, ou entao, sou eu que estou errada...nao sei...
Pois eu ca continuo na minha batalha de fazer com que a C. perca o vicio de colo. Ela continua a chorar bastante, mas a verdade è que ate tem dado frutos, visto que ontem, por estar no chao e querer colo, aprendeu a gatinhar...
A mae dos meninos todos dias se lembra de algo que eles nao podem fazer...nao podem ver tv, nao podem comer NADA que seja doce, nao podem dormir a partir de certa hora, e hoje de manha chegou com uma nova proibiçao...
A pequena ja chora imenso visto que quer colo, o desmame, etc ...nao tem nada que a console,so colo, e alem de a mae lhe andar a impinjir um caozito de peluche, ao qual ela nao liga...
Hoje de manha chegou e disse-me: Reparaste que a C. chucha no dedo?? ( a criança te 9 meses)
Eu: Sim, ontem ela fez-o 1 vez...
ela: nao nao nao, nao quero...esta proibida. Nao quero daqui a dois anos ter problemas para que deixe...
tens que lhe tirar o dedo da boca...
Ora porra...so estar no colo o dia inteiro è que nao è proibido naquela casa???
Ou sou eu que sou muito liberal???

3 comentários:

Tania e Santi disse...

Bem essa sra devia estar em casa a tratar dos filhos...mas literalmente a tratar apenas dos filhos pq n teria tempo p mais nada...

Beijos nossos

Kristianna disse...

Hoje è que percebo a razao de ela querer ir trabalhar!!!! No dia em que nos conhecemos, ela disse-me que nao ia trabalhar pelo dinheiro, porque o que ia ganhar era para me pagar e para a gasolina, mas que nao era pessoa de ficar em casa e que precisava por ela, para se sentir melhor!!!Hoje acredito que sim, nao aguento as minhas costas, e estive pouquissimo tempo com ela ao colo!!mas 3 miudos x um bocadinho ao colo cada um...faz assim um bocadao...

Bárbara Brandão disse...

Eu detesto ver pais a proibirem os filhos de tudo ainda para mais quando, na minha opinião, são coisas estúpidas. Eu vou deixando a Vi fazer o que ela quer, até porque ela já tem personalidade e sabe o que quer e não quero influenciar isso nem quero limitá-la desde nascença. Quando é algo perigoso aí já não deixo mas tudo na base do negativo saudável.
Ela hoje está tão insuportável que até chego a pensar que me apetecia atirá-la pela janela =D
Basta deixa-la um dia para ir trabalhar e é certo que volta impossível, sinto que só eu a consigo educar. É de mãe galinha, não é?