terça-feira, 2 de março de 2010

Pensamentos doidos...

Isto quando se è pequena/o, por vezes ha coisas que as nossas maes nos dizem, que chegamos a pensar que elas nao têm la muita logica...e volta e meia dou comigo a pensar e a rir-me sozinha...como aconteceu agora...
Quando eu era pequena era extremamente traquina, muito mesmo!!!e presistente tambem, entao quando eu queria fazer algo que a minha mae nao queria, com medo por vezes que me magoasse, e eu começava a chorar ela dizia-me:

Prefiro que chores tu agora, que chore eu mais tarde!!!!

Tirava-me do serio e eu pensava:
A minha mae è tao egoista!!!Mas porque è que hei-de ser sempre EU a chorar????E porque razao nao has-de deixar-me fazer o que eu quero, e se quiseres chorar, podes chorar agora tambem...porque has-de chorar mais logo????


Outra que è muito sádica, mas è a verdade,ou seja, a realidade de uma criança de 3/4 anos... quando eu nao queria comer a minha mae dizia:
Tens que comer tudo, sabes ha tantos meninos com fome, que se querem comer têm que ir buscar ao lixo, e tu tens o prato cheio e nao queres...
E eu dizia: Entao se eu nao comer tudo, mais comida eles encontram no lixo!
(juro que pensava que estava a fazer uma boa acçao)

De facto, vou-me lembrando de certas coisas de quando era pequena ( tenho muito boa memoria, e lembro-me de coisas de quando tinha 3/4/5 anos) e dou por mim, a pensar qual sera a melhor maneira de conversar com a minha filha nessas idades, porque a minha mae fez um trabalho magnifico, è verdade, mas dizia muita coisa que me deixava a pensar...

Agora com a minha filha a crescer, sei que vou fazer muitasssss viagens ao passado...algumas paragens, parecem que foram ontem, e ja la vao mais de 25 anos...como o tempo passa...

2 comentários:

Mami disse...

Olá!
O que eu me ri a ler o teu post,é que comigo as vezes passa-se o mesmo hihihihihi até parece que as mães vem formatadas de modo igual lol
Não te preocupes que de certeza que vais fazer um trabalho fantástico com a tua filhota!
Bjs

Cláudia disse...

Eu também penso muitas vezes nisso! Eu era terrivel para comer, era um filme que nunca mais acabava, e agora quando a Gabi come mal (e ela até come muito bem e ainda é pequenina, que fará quando já for mais crescida e já souber dizer o que gosta ou não!)eu fico logo aflita porque isto e porque aquilo! Enfim é mesmo assim a vida! daqui a uns anos serão os nossos filhos a ensinar os nossos netos!

Beijinhos

Cláudia&Gabriela