quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Preferencias...

Hoje venho fazer uma pergunta...um tanto dificil...mas gostava que me respondessem com a maior honestidade (ate podem responder anonimamente, se quizerem preservar a identidade!!)

Quem tem mais que um filho...ama ambos da mesma forma??
Ou ha sempre uma preferencia secreta (ou evidente)??

Ou se sao filhos com irmaos, sentem que a vossa mae/pai, tem mais tendencia para um filho que para outro??

Eu sei que è uma pergunta dificil...mas gostava de saber!!

beijossssss

10 comentários:

Cátia disse...

Por mim não posso responder porque sou filha única mas posso responder pelo que vejo da mãe do meu marido e noto que há diferenças sim e sempre houve desde que estou naquela familia e desde que o filho saiu de casa ainda mais se nota.
Pior que isso é a inveja do próprio filho e fazer o irmão ter inveja.

Pudia escrever aqui imensos exemplos :S

Eu acho que quando os nosso pais nos educam para nunca existirem diferenças entre irmãos e os próprios pais não fazem diferenças entre nós, quando um dia tivermos filhos saberemos lidar com as coisas e não faremos diferenças entre eles.

Katy disse...

Eu tenho dois exemplos: eu e a minha irmã, e o R. e os irmãos.. Os meus pais mesmo não dizendo, amam e orgulham-se mais da minha irmã. Somos muito diferentes, ela era obediente, sempre fez tudo o que era suposto fazer, o que esperavam dela ou queriam que ela fizesse, sempre foi a ponderada e calma. Eu pelo contrário era a maria-rapaz, a que respondia torto quando não gostava, a desbocada (dizer tudo na cara), a independente, nunca deixei que mandassem em mim e nunca me preocupei com o que os outros achavam da minha vida. Acho um pouco injusto, mas é a realidade.. os meus pais orgulham-se mais da minha irmã e têm um amor diferente por ela.
Já com o R., ele é o menino do papá! O meu sogro dá-lhe tudo, ajuda-o em tudo, só de exemplo ele ofereceu os portões e as grades do muro para a nossa casa e agora anda a falar em oferecer uma churrasqueira, em oferecer o carro porque vai comprar outro, etc.. enquanto que aos outros não dá nada! Mas a mãe dele gosta mais do irmão mais velho do R. É o "ai jesus" com ele, ninguém pode dizer mal do menino!

Enfim.. sempre que há mais que um filho/irmão, há diferenças de amor/orgulho.

Nocas disse...

Quando soube que estava grávida do meu segundo filho, só pensava..."será que vou ser capaz de o amar tanto, como a amo a ela?"
E sim, sou capaz!!!

Claudia disse...

Eu só tenho um ainda. Mas nós somos 3 irmãos. A minha mãe ama-nos a todos da mesma forma. Mas +e mais paciente e tolerante com o meu irmão do meio. Talvez porque ele tem um temperamento diferente, é mais meigo e compreensivo

Jei disse...

Eu só tenho uma filhota mas tenho duas irmãs, sendo eu a do meio e digo-te com certeza que fiquei sempre esquecida entre a irmã mais velha que era a primeira filha e a irmã mais nova...

Kristianna disse...

Eu sou a filha mais nova...
Durante muitos anos, nao me dei conta...talvez porque vivesse longe, depois quando vim viver com os meus pais, a minha irma entretanto saiu de casa, eu sai, depois voltei...e nao me dava conta assim, de nada por ai alem...
Hoje sim, vejo uma diferença muito grande...a preocupaçao com a minha irma è assim uma coisa fora do normal...

E pelos vistos demorei 30 anos e perceber que sempre foi assim...

Sorodrigues disse...

Eu tenho dois filhos e desde que o mais novo nasceu, tive a certeza que o amor por eles não se dividiu...multiplicou-se!!!
Não os trato de maneira diferente...se tiver que ralhar, tanto ralho com um como com outro...depende do que fez a asneira...se algum tiver que levar uma palmada também leva se merecer. Mas também os mimo de maneira igual...confesso que se calhar dou um pouco mais de atenção ao mais novo (17 meses) porque o outro já é quase um homenzinho (11 anos)

É para mim muito difícil entender pais que tratam os filhos de maneira diferente...

Tenho o caso da minha sogra (bruxa) que trata os filhos de maneira completamente diferente...ao filho passam-se meses que nem lhe liga a saber como ele está ou se o neto está bom...à irmã, que tem 20 anos de diferença (mais nova) é tratada como "a menina" para a esquerda, "a menina" para a direita...tem agora 22 anos e não trabalha, não faz nada na vida, não procura trabalho, não sabe nem fazer um ovo estrelado...só quer é fumar e andar atrás do namorado que já a deixou 1000 vezes!!!

Hélia disse...

A diferença depende, se queres saber da diferença dos teus pai pelos filhos ou se tu queres ter outro e achas que vai ser diferente, eu sou a irmã mais velha elá em casa sempre houve diferença, mas eu tenho 3 filhos e trato-os todos de forma igual, porque sei aquilo que passei e não quero que os meus filhos passem pelo mesmo, só depende do ponto de vista que queiras saber como são as preferências, :D
bjs

Katy disse...

Kris, eu também sou a irmã mais nova, mas mesmo sendo mais nova ou mais velha, se há diferença pode ser com os dois lados, infelizmente..

100% Mamã disse...

Como filha posso dizer que sim, há diferenças, eu sou a do meio e sinto que não correspondo aquilo que a minha mãe queria de uma filha embora sempre fosse a mais calma, obediente e melhor aluna (complexo eu sei), sempre tive uma relação muito melhor com o meu pai pois era mais justo e correcto nas suas acções.
Como mãe de uma e grávida do segundo peço a Deus e vou fazer de tudo para não cometer este mesmo erro.
Na minha opinião acho normal haver mais afinidade com um filho do que com outro, apesar dos laços somos seres humanos com feitios diferentes portante é natural o feitio de um filho ser mais compatível com o nosso do que d'outro filho, agora o que eu acho é que uns BONS PAIS devem FAZER de TUDO para que os filhos não percebam nem sintam essa diferença, sendo correctos, justos e tratando os filhos de igual forma