quarta-feira, 16 de junho de 2010

Bulling!!???

Ultimamente tem-se falado imenso em agressoes nas escolas, por parte dos alunos, na maioria de alunos para alunos...
No nosso tempo de escola tambem havia e axo que sempre houve, nao se falava tanto, puro e simplesmente chamavam os putos de reguilas, os profes davam uns puxoes de orelhas, e acabava-se por ali...
Tenho uma historia dos tempos de escola, e as vezes ponho-me a pensar, sera que fui eu a "ma da fita"!??
Quando eu tinha 6 anos, andava na segunda classe (quase 7 anos), havia uma menina na minha classe,a Ana, que era muito pobre, os pais um pouco negligentes, e a menina is sempre muito suja para a escola...
Era sempre a mesma a ser chingada, fartava-se de chorar, e a mim dava-me pena, mas como eu era "maria rapaz" deixava que tudo me passasse assim meio ao lado...
Um dia, um rapaz da 3 classe, mais velho que nos, estava de volta dela a chamar-lhe nome, "Ana Porca", e mais uns quantos e eu passei-me (eu nem era de andar á pancada nem nada), mas nesse dia, quando o vi a cuspir-lhe em cima , senti um calor enorme a subir por mim a cima (lembro-me como se fosse hoje, pois foi a primeira vez que senti Ira, sem saber na altura o que aquilo era!)
Cheguei-me perto, e ao ve-lo a fazer de novo, juntamente com todos aqueles palavroes que lhe chamava...cheguei-me a ele, e "acertei-lhe o passo"...
Amandei-lhe dois tabefes na fuça de tal forma, que foi para dentro da sala a chorar.
Bem, nada se passou, eu fui para casa (isto tinha-se passado no intervalo das 14horas)contei á minha mae, que na altura tambem pensou que tinha sido coisas de miudos, obvio que me disse para nao o fazer mais, mas nao ligou por ai alem...
Na altura nos tinha-mos um cafe...e nao è que entretanto a mae do puto entra cafe a dentro, a pedir satisfaçoes á minha mae, porque nao me sabia educar, que eu era uma rebelde, uma terrorista, uma criança ma, porque tinha batido no filho sem ele me ter feito mal nenhum...
Final da historia:
Eu fiquei a terrorista, a ma, a rebelde...
Mas afinal, aqui, quem era o agressor??Por isso, nao se pode julgar de cabeça quente, e sem ouvir todos os lados da historia...pois as vezes, nem tudo o que pareçe, è!!

1 comentário:

Mamã do Príncipe Pipoca disse...

Pois é...tens muita razão..e estava também visto de onde vinha a educação do menino...
As crianças às vezes conseguem ser muito cruéis umas com as outras...
Beijinhos